Loading...

Total de visualizações de página

Postagens populares

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Guaraí divulga treinador e reforço para o Campeonato Estadual

A diretoria do Guaraí quer fazer de 2011 o ano do consolidação do clube como força no futebol estadual. Apesar de ser novato na elite, o Lobo não deseja ficar apenas na platéia e vai brigar pelas primeiras posições. Para isso, a diretoria anunicou o nome do treinador que comandará os trabalhos em 2011. Trata-se de Flávio de Oliveira que reside atualmente em São Paulo.



Oliveira já comandou o Kaburé em terras tocantinenses e várias equipes de Minas e Goiás. A diretoria do Guaraí também anunciou o nome do seu primeiro reforço de peso. O atacante Joãozinho de 26 anos velho conhecido do futebol tocantinense que estava sendo pretendido pelo Gurupi vai vestir a camisa do Lobo. O time da região do centro-norte do estado também manteve a base campeã da segunda em 2010. (Com informações de guaraiesportes.com)

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Goleiro Santos é contratado pelo Gurupi Esporte Clube

 

 O goleiro Santos já treina com o elenco do Gurupi que está em fase de preparação para a Copa do Brasil e campeonato tocantinense. O arqueiro foi o dono da camisa 1 no tocantinense de 2010 após a saída do contestado Markão.
Santos também esteve perto  de retornar ao Tourão para o brasileirão da série d, mas a negociação não avançou. O jogador deve ser o dono da camisa titular do Camaleão do Sul na temporada 2011.

Estamos de volta, mais uma vez

Depois de uma longa ausência, estamos de volta com o blog. Espero que possa mantê-lo atualizado diariamente. Coisa que não consegui fazer nos últimos (quase) dois anos.
Mas vamos agora tentar manter uma regularidade, especialmente para atender aos leitores e amigos, que nos acompanham nas colunas e matérias enviadas a vários jornais e sitios espalhados por esse Tocantins e algumas partes do Brasil. Não é fácil, ainda mais quando temos que manter as obrigações acadêmicas em dia. Mas, na medida do possível, iremos atualizar as informações, bem como inserir vários artigos que fizemos durante os ultimos 24 meses, desde fevereiro de 2009, nas colunas semanais escritas para o Jornal O Girassol, de Palmas, e ao Jornal A Notícia, de Gurupi.
Falar de esporte e notadamente de futebol no Tocantins ainda é sacrificante. Primeiro porque os dirigentes esportivos, em sua quase totalidade, são amadores. Os que tentam, acabam sendo engolidos pelo sistema dos amadores que dirigem a maioria das entidades ligadas ao esporte. Quando digo amadores, não porque nao sabem nada ou não conhecem, mas porque ainda agem com o coração e a emoção, quando não com truculência a qualquer crítica construtiva ou que seja ao menos discordante da visão amadora que alguns têm na condução do processo de evolução esportiva no Tocantins.
Os clubes de hoje estão praticamente na mesma condição em que se encontravam há 20 anos, quando começou a engatinhar o futebol profissional (sic) no Tocantins. Se não houve evolução, alguma coisa está errada, na estrutura e na conjuntura. Na cultura de lidar e trabalhar com o esporte, entre outras conclusões óbvias, que qualquer rodinha de boteco decifra rapidinho.
Mas ainda assim, acreditamos. Que ainda teremos um esporte (futebol) sério em nosso Estado. Quando os próprios dirigentes de clubes começarem a olhar para a base, investir, acreditar nos garotos e não jogar dinheiro fora com ex-jogadores ou em fim de carreira, entre tantos que perambulam de cidade em cidade, de estado em estado, garimpando alguns trocados para se manterem na profissão. Inglória para muitos. Salvação para poucos. Nem será preciso citar nomes de ex-jogadores, famosos em outros estados, que aqui se encostaram para tentar sobreviver do futebol, de uma forma ou de outra. Sem contar a famigerada política que sempre se transforma em um câncer para qualquer pretensão de trabalho sério, profissional, a médio e longo prazo na estruturação do esporte. Aliás, de quase todos os esportes disputados no Tocantins. O futebol e o esporte de modo geral, precisa ser pensado a longo prazo, com cinco, 10 ou até mais anos de preparação, bem diferente de política (partidária) que acontece a cada dois anos, proporcionando aos interesseiros e alguns paraquedistas de plantão, usarem e abusarem do esporte para alçarem outros voos. Pior. Quando e quase sempre conseguem voar, deixam dívidas e um rastro de desconfiança, que sempre empobrece materialmente o esporte e espiritualmente os que desejam e se empenham voluntariamente pela causa esportiva.
Mas na condição de brasileiro, que não desiste nunca, temos a obrigação de persistir, de mostrar, denunciar, gritar a todo canto, para que, tenhamos uma luz no final do túnel para aglutinarmos forças em prol do crescimento do esporte e do futebol tocantinense.
A conquista do Araguaína em 2010 acendeu a luz da esperança e de que com um trabalho sério, austero, programado, o time consiga permanecer na Série C em 2011, depois de tantos problemas dentro e fora de campo para conseguir o acesso, tendo ficado entre os quatro finalistas da Série D, divisão que neste ano será disputada pelo Gurupi.
Mas esses comentários são para outra hora. Agora é só para dizer que estamos de volta, com mais experiência e com mais vontade ainda de trabalhar pelo engrandecimento, fortalecimento e difusão do futebol tocantinense. Que Deus nos ajude nesta empreitada e que os homens que comandam tenham a humildade suficiente de pedir ajuda profissional. Não apenas dinheiro aos cofres públicos. Mas ideias, projetos, planejamentos, debates, discussões, propostas, para alavancarmos a partir deste ano, para um renovo completo, literalmente, em todos os campos do nosso Estado. Amém!!!

Everaldo Bezerra vai comandar o Tocantinópolis

Velho conhecido da torcida, da cidade e do clube, o treinador Everaldo Bezerra foi confirmado como treinador do Tocantinópolis Esporte Clube, o Verdão do Norte, para o Estadual tocantinense, que começa em março.
O nome e a contratação de Bezerra foi confirmada em reunião realizada na noite desta quarta-feira (26/01) na sede da prefeitura municipal de Tocantinópolis. O treinador já fora contactado por Salim Milhomem há vários dias, mas a confirmação oficial só aconteceu ontem, no decorrer da reunião. Em contato telefônico com a reportagem, Bezerra já havia confirmado, mas adiantou que o anúncio deveria ser feito pela diretoria.
O novo treinador do TEC conquistou vários triunfos pelo clube, como o Estadual de 2002 e a Copa Tocantins de 2004.
Everaldo Bezerra estava sendo sondado para ser técnico do Gurupi, outra equipe em que o mesmo treinou em algumas oportunidades, mas o negócio não se concretizou. Mesmo durante as negociações com o Gurupi, no início de janeiro, o Tocantinópolis também estava sondando e conversando com o técnico.
A apresentação oficial dos jogadores e comissão técnica do Tocantinópolis acontecerá no dia 10 de fevereiro (quinta-feira) no Centro de Treinamento do time.
O CT está passando por uma reforma visando dar melhor condição aos atletas que vão integrar o elenco. Os quartos vão ganhar, além da pintura, móveis e ar condicionado.
A estreia do Tocantinópolis no Estadual do Tocantins será contra o Gurupi, na abertura do Estadual, em março. (Com informações do futeboldearaguaina)

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Ex-superintendente do Tocantins continua dando golpes na praça


Depois de deixar o clube do Tocantins em maus lençóis durante a disputa do Campeonato Brasileiro da Série D, quando contraiu dívidas de várias formas e não honrar os compromissos, o ex-superintendente Jair da Silva está sendo acusado por uma moradora de Salvador, Bahia, de ter sido enganada e entregado nas mãos dele cerca de R$ 1.190,00 no último dia 9 de agosto.

Segundo a jovem, de 30 anos, que pediu para não ser identificada, ela conheceu Da Silva num site de relacionamento e pessoalmente no dia 7 de agosto. "Ele me contou uma história de que estava na cidade por te sido roubado por uma outra mulher que tambem conhecera na net. Me convenceu e no dia seguinte (08) sai com ele, tendo pago inclusive, a conta dele no hotel em que estava hospedado".

A jovem, que está desempregada e tem um filho de 10 anos, disse que no domingo (9), arrumou o valor solicitado por Da Silva e entregou o dinheiro, com a promessa de que ele depositaria na terça-feira na conta dela.

Indagada pela reportagem exclusiva do O GIRASSOL, porque caiu na lábia do "galanteador", ela disse que ele mostrou contracheques, matérias de jornais do Tocantins e do time que ele disse que assumiu em julho. "Ele me disse que é uma pessoa bem relacionada no Tocantins, influente e qualquer um cairia na conversa dele", disse a jovem, que acreditou inteiramente na conversa do Da Silva.

Desesperada, desempregada e precisando pagar o valor, já que pegou emprestado de terceiros para entregar a Da Silva, a jovem baiana faz um apelo para que o "Don Juan" entre em contato com ela e devolva o dinheiro, para que ela possa saldar a dívida contraída.
Dívidas

As dívidas contraídas com Da Silva em nome do Tocantins durante a disputa da Série D já passam dos R$ 50 mil. Só para a empresa de taxi aéreo Amazon, são mais de R$ 30 mil referentes ao aluguel de 3 aeronaves que foram utilizados pelo time para o deslocamento de Belém a Santarém, para o jogo contra o São Raimundo.

Outras dívidas também foram contraídas em São Luiz quando o Tocantins enfrentou o Moto Clube e ficou uma semana hospedado na capital maranhense, aguardando a viagem para Belém. Despesas com hotel e alimentação foram pagas com cheques sem fundo.

Vale ressaltar que os cheques utilizados eram da secretaria executiva do Tocantins, que também foi enganada pelo Da Silva, ao abrir duas contas em bancos de Palmas e entregar dois talões assinados em branco e cartões de crédito nas mãos do então superintendente do Tocantins.

Os calotes e as armações provocadas por Da Silva contribuiram para que o Tocantins pedisse afastamento por dois anos das competições promovidas pela Federação Tocantinense de Futebol, antes que fosse punido pela própria FTF e pela Confederação Brasileira de Futebol - CBF. Mas o time ainda pode ser punido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva que pediu deligências sobre o comportamento e negligência nos pagamentos de taxas de arbitragens ocorridas em Palmas, que foram bancadas pela Federação.




sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Garoto tocantinense é recebido por Vanderlei Luxemburgo em Santos



Depois de conquistar o título de Bola de Ouro da Taça Vanderlei Luxemburgo de Futebol de Base, Jean Fernandes foi recebido na última quarta-feira, 19, pelo técnico dos Santos Vanderlei Luxemburgo. O garoto que tem apenas 14 anos afirma está muito feliz com a oportunidade de jogar no time de base dos Santos e garante que dará o seu melhor para se tornar um grande jogador.

Segundo o secretário municipal de esporte Kairo Bernardo, responsável pela Taça Vanderlei, que destacou o Jean em Palmas, o garoto é uma promessa descoberta nas categorias de base, que ainda dará muita alegria para o Estado do Tocantins.
Taça Vanderlei Luxemburgo

A Taça Vanderlei Luxemburgo foi idealizada pela prefeitura de Palmas, por meio da Secretaria Municipal da Juventude e Esportes (Sejuves), e teve como objetivo estimular iniciativas que preparem crianças e jovens, amantes do futebol, para serem verdadeiros profissionais desta modalidade esportiva.

A possibilidade de treinar em um time de base conhecido nacionalmente somada ao empenho da Sejuves, fez do campeonato um sucesso em participação, uma vez que mais de 40 equipes se inscreveram para Taça Vanderlei Luxemburgo, resultando em cerca de 1000 atletas distribuídos nas categorias Sub-12, Sub-14, Sub-16 e Sub- 18. (Com informações da Ascom-Sejuves)

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Charge Eletrônica


Crédito: Zanon - sitio Justiça Desportiva

Josa Alves é o novo presidente executivo do Palmas Futebol e Regatas



Como era de se esperar, Josivaldo Alves da Silva, o Josa, foi eleito na noite de ontem, 18, o novo presidente executivo do Palmas Futebol e Regatas. Ele (candidato único ao cargo), que é gerente dos Centros Esportivos da Secretaria Municipal da Juventude e Esportes, tem agora um difícil missão: tirar o time de uma grave crise.


Para isso, Josa terá dois anos (2010-2011) para colocar em prática suas propostas para reestruturar o clube que passa por maus bocados e tem uma dívida de R$ 1 milhão. Vale lembrar, que o último presidente e diretoria do Palmas renunciaram aos cargos. Em tempo recorde, Josa terá que enfrentar o primeiro grande desafio: montar um time para o Campeonato Estadual Sub-18, que começa logo mais no dia 6 de setembro. O clube enfrentará o Inove, time da Capital.


Já no final do ano, o Palmas deverá estar afiado para participar da Copa São Paulo, que começa em janeiro de 2010. Na posse, Josa prometeu apresentar em breve à nova diretoria, os primeiros passos a serem tomados na presidência para alcançar seu objetivo: fazer o Palmas brilhar novamente.

Propostas

Confira algumas propostas de Josa para tirar o Palmas da crise:


12 eixos temáticos para a reestruturação do Palmas Futebol e Regatas.

1- Apresentar um plano de reestruturação para o clube em 15 dias para a apreciação do conselho deliberativo;

2- Propor ao conselho deliberativo a reformulação do estatuto e adequação ao código civil brasileiro;

3- Implantar o projeto de gestão para as categorias de base colocando em funcionamento as categorias de base sub- 12-14- 16-18;

4- Reestruturar o quadro social do clube com diversas categorias de sócios contribuintes;

5- Elaborar o planejamento estratégico do clube para o período entre 2010 a 2017;

6- Formular parcerias com a iniciativa privada para subsidiar o departamento de futebol profissional;

7- Desenvolver ações para o fortalecimento da marca comercializando os produtos do Palmas Futebol e Regatas;

8- Capacitar todos os colaboradores do clube;

9- Criar um perfil para todos os cargos do clube;

10- Construir a casa do atleta, local específico para alojamento dos atletas profissional e categorias de base;

11- Criar o departamento de esportes especializados;

12- adquirir área para a construção do centro de treinamento e sede social do clube, e elaborar o projeto arquitetônico (maquete). (Com informações do estadoweb)

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Destaque na Taça Vanderlei Luxemburgo vai para o Santos


Natural da cidade de Porto Nacional, 14 anos, 1m62, 55kg, estuda no nono ano do Colégio Marista de Palmas, e joga de meia-atacante. Este é o perfil do jovem Jean Fernando, um dos garotos destaques da Taça Vanderlei Luxemburgo, viajará amanhã (19), às 6 horas para São Paulo, onde fará parte do time de base do Santos.

O garoto será acompanhado pelo o secretário municipal da Juventude e Esportes, Kairo Bernardo, que fará a apresentação de Jean ao clube que tem seu time principal dirigido pelo técnico Vanderlei Luxemburgo, que deu nome a competição.

Para Jean a oportunidade de treinar em um time como o Santos pode resultar em uma experiência positiva “Tenho certeza que vai ser uma experiência muito boa. O tipo da coisa que vale a pena pelo menos tentar”, afirma Jean. Segundo Vanderlei Luxemburgo durante o tempo que estiver no time de base dos Santos o Jean terá a chance de mostrar se pode ser ou não um bom jogador.

Família

Para o pai do jovem talento, José Demóstenes de Abreu e a mãe Fernanda Maria Santos Abreu, esta será uma grande oportunidade para o filho, mas eles ressaltam que acima de tudo, Jean deve consciliar o futebol (sonho do garoto) com os estudos. E esperam que ele possa ser bem sucedido nesta passagem pela Vila Belmiro.

Para o secretário Municipal da Juventude e Esportes, o menino Jean é um dos muitos talentos que a Sejuves, por meio dos seus projetos voltados para a categoria de base pretende destacar, "pretendemos ajudar vários outros garotos talentosos, por meio de projetos que incentivem iniciativas voltadas as categorias de base, como a Taça Vanderlei Luxemburgo que revelou o menino Jean, que já é uma grande promessa. (Com informações do aloesporte)

Vanderlei Luxemburgo já admite sair candidato ao Senado no Tocantins


Cotado como possível candidato a senador pelo Tocantins, o técnico Wanderley Luxemburgo admitiu que a chance de se enveredar pela carreira política pode afastá-lo do Santos. O treinador, que reassumiu o comando do Peixe há um mês, preferiu adiar uma definição de sua carreira para 2010.

"Pode ser que eu seja candidato a senador por Tocantins. Se eu vir que há a possibilidade de ingressar por esse caminho, pode ser que caminhe para lá (candidatura ao senado)", revelou à Rádio Bandeirantes. O treinador ainda descartou que a classificação do alvinegro à Copa Libertadores seja um fator que vá segurá-lo no clube.

"Se eu vou continuar ou não, independe de Libertadores. Tudo vai depender, de repente, de um convite mais firme ou outra situação na minha vida profissional, em um outro contexto", despistou Luxa, que chegou ao clube suportado pelo presidente Marcelo Teixeira. Ele demonstrou apoio à administração do dirigente, outro que poderia mantê-lo na Vila Belmiro por mais uma temporada.

Mas, na semana passada, o mandatário alvinegro contou que não pretende concorrer às eleições para a diretoria executiva do Santos, marcadas para o final do ano. Contrário a esta postura de Marcelo Teixeira, Luxemburgo demonstrou seu total apoio à gestão do atual presidente santista.
"Independente da posição dele, acredito que, para o Santos, sua permanência se faz necessária até que possa aparecer uma situação, para que alguém possa substituí-lo. Enquanto isso não acontece, vejo o Marcelo como necessário ao Santos e o clube não pode deixar de ter isso, independente de eu continuar ou não. Tenho certeza que ele (Teixeira) vai ser muito bom para o Santos e, por isso, deve continuar", afirmou.
Manager

Apesar de não saber se irá ficar ou não no Alvinegro Praiano, Luxemburgo falou sobre um plano seu para o futuro: ser manager de uma grande equipe do futebol brasileiro. "Pode ser que no ano que vem eu comece a direcionar minha vida profissional para ser diretor, manager de um clube".
"Pode ser que eu coloque um técnico, no próprio Santos, em que eu seja o Alex Ferguson (do Manchester United), o Arsene Wenger (Arsenal) ou o Capello (treinador da seleção inglesa), para fazer uma gestão profissional", continuou o treinador, animado com a possibilidade inovadora para o futebol brasileiro.
"Quero algo bem profissional, que seja para mudar a cara do futebol. Estou preparado para isso. Então, pode ser que eu fique no campo, mas dentro do futebol de uma outra maneira, já como um manager responsável pelo futebol. Fazer uma proposta para trabalhar dentro de orçamento, de investimento, totalmente diferente do que existe hoje no futebol e colocar um técnico que pode estar no campo dando treinamento e que pode até estar no jogo, junto comigo, no banco. É uma coisa que pode começar, que eu tenho na cabeça há muito tempo", encerrou Luxa. (Gazetaesportiva.net/correspondente Rodrigo Martins )
(Fonte:Gazetaesportiva.net/correspondente Rodrigo Martins